Páginas

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Coleira para criança? Você usaria em seu filho?

Você, em sã consciência, colocaria uma coleira em seu filho sapeca?
Quando eu tive o Pedro já havia visto essa coleirinha e achei o máximo!
Meu marido dizia: "imagina", "nunca"... para quem eu contava achava um verdadeiro absurdo.
O Pedro, então, começou a dar seus passinhos...em poucos dias estava correndo para todo lado.
Quando saía com ele na rua era um aperto; ele queria só correr. Se eu tivesse que entrar em uma loja ele dava um jeito de soltar de minha mão e, em questão de segundos, corria para a calçada.
Falei para o papai que 'tava difícil! Pensamos em um pulseira com alça comprida e velcro que coloca no pulso da criança...o Pedro tiraria aquilo do braço sem pensar.
E a coleira? Vamos usar apenas quando estivermos em pequenas aglomerações como shopping, lojas cheias...ok. Comprei. A primeira vez que usei nele, nós dois (Pedro e eu), estávamos na região da 25 de março, na capital paulista. Ele odiou! Eu adorei! Senti uma liberdade que há tempos não sentia. Minhas mãos livres para carregar sacolas, o Pedro correndo mas com limite.
Outra vez. Coloquei num shopping. Não passou 01 pessoa por nós que não nos olhasse. Torciam o pescoço para ver-nos. Eu me senti desfilando. O Pedro nem reclamou tanto...melhor correr com limite do que não correr, certo?
Outra experiência, dessa vez um shopping mais "chique". A mesma reação das pessoas.
Nas duas experiências em shoppings muitas pessoas nos paravam para perguntar onde eu comprara o acessório. Muitas críticas, muitos elogios, muitas perguntas. Se, cada vez que eu sair com o Pedro eu levar 10 unidades...vendo todas! Era o que eu deveria fazer mesmo...
Hoje, é raro utilizar a tal coleira porque meu Pedro já está devidamente ensinado e se faz traquinagens é de maneira consciente. Mas já coloquei nele em plena feira livre da rua debaixo.
Recomendo. Os pais não ficam tão preocupados quando o filho chega perto de escadas rolantes, quando quer entrar em alguma loja ou sair em disparada na calçada em direção à rua: qualquer coisa é só puxar a corda! Sutilmente porque trata-se do próprio rebento.
As avós, que outrora critcaram de forma negativa, depois que viram o resultado, aplaudiram a iniciativa. O papai também. É seguro tanto para os pais que não precisam ficar como doidos correndo e gritando atrás da criança achando que ela pode se perder ou se machucar, quanto para a própria criança que tem uma certa liberdade para correr sem ser desobediente nem levar puxões de orelha.

Pedro no Zoo...na coleira, conduzido pela avó.

72 comentários:

  1. Oi Marisa, como mãe de um garotinho bem sapeca eu achei essa coleira o máximo, somente a gente que é mãe sabe a dificudade se sair com eles a lugares movimentados. Agora me diga aonde encontro essa colera, preciso de uma urgente.

    ResponderExcluir
  2. Olá...vi somente agora seu comentário. Eu compre em São Paulo, capital. Ele é encontrado em qualquer loja de produtos pra crianças, não é difícil de encontrar porque eu tive opções de marcas e preços. Boa sorte! Qualquer dúvida me mande um e-mail.

    ResponderExcluir
  3. OI Marisa legal seu post, menina eu ate que nao pensei em usar isso nunca, meu filho so tem 11 meses, caminhou com 9 e hoje ele sobe e corre para todos os lugares se saimos com ele e perigo, ele odeia stroller, e ate o sling ele nao quer mais depois que aprendeu andar..amiga to pensando seriamente em comprar uma dessas, ja pensou ele com 11 meses assim imagina 5 anos??
    www.criareducar.wordpress.com

    Nos lugares ele quer andar sozinho, e inpendente, atualemente moro nos EUA e to voltando para o Brasil, dai ja viu, nas ruas sao mais pessoas andando...precisarei mesmo de uma.
    Brigada

    ResponderExcluir
  4. É, zelar pela segurança do nosso filho é dever...a coleira é bem eficiente. No começo reclamam mas depois acostumam e gostam. O respeito é maior com a coleira; eles sabem os limites, basta que estes sejam claros! Boa sorte!

    ResponderExcluir
  5. Marisa...eu estava justamente buscando aqui na net essa coleira,porque tambem vi uma pessoa usando...e eu tenho o Felipe curumim...que é terrivel,vou de viajem com meus filhos sozinha e estava com medo dele no aeroporto.beijos

    ResponderExcluir
  6. É, não dá para perder eles de vista...só quem é mãe sabe o desespero que a gente fica quando eles saem do nosso campo de visãO!

    ResponderExcluir
  7. Eu preciso de uma dessas urgente!!!
    Tenho aquela que se prende no pulso, mas ela já está bem esperta e consegue tirá-la.
    Agora só estou com dificuldades para achar essa coleirinha qui no Rio de Janeiro.
    Será que alguem poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
  8. Olha, eu recomendaria comprar pela internet mesmo...pesquise preços e compre uma marca que você conheça...boa sorte!

    ResponderExcluir
  9. OI, ADOREI SABER QUE COMO EU TEM MUITA GENTE QUE CONCORDA COM A COLEIRA. ANTES DE TER FILHO JÁ TINHA VISTO COMO UMA MÃE PRECISAVA DELA. AGORA TENHO UMA MENINA E APESAR DE AINDA NÃO TER PRECISADO,AGORA ESTOU PENSANDO EM COMPRAR UMA PARA IR A PRAIA. SÓ POR SEGURANÇA.
    PARABÉNS PARA NÓS, MÃES MODERNAS. SIMONE

    ResponderExcluir
  10. Mães modernas, conscientes e cuidadosas...bjs!

    ResponderExcluir
  11. Muito boa a idéia, estou adotando, ainda mais que moro no centro da cidade, onde todos os dias passo um sufoco com a minha filha,seja no super mercado, na farmácia, ou nas lojas.. É como falaste, somente quem é mão sabe o a tensão que é estar o tempo todo com medo de perder o filiho(a) Esta semana passei num Shopping aqui de Porto Alegre e tive várias opções de pulseiras, comprei a de pulso, mas a minha pequena tirou do braço de primeira, mas quero retornar a loja para comprar a mochila. é melhor os comentários de outras pessoas do que a perda irreparável de um filho(a. Não gosto nem de imaginar. Abraços Raquel.

    ResponderExcluir
  12. Isso mesmo Raquel. Boa sorte para você! Conte sua experiência depois! Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Se tem alguém contra esta idéia, é pq nunca passou pela situação de em apenas um segundo a criança sumir da sua vista e vc chamar e a criança não responder.... bate um desespero... sem contar todos as situações que a Marisa mencionou. Pode ser estranho de ver, mas é FUNCIONAL! EU APROVO.

    ResponderExcluir
  14. Como eu disse: só quem é mãe sabe do que estamos falando! Abraços!! Obrigada por postar e continue nos visitando.

    ResponderExcluir
  15. Marisa... Uma amiga minha acabou de comprar uma mochila com esse mesmo efeito pro meu pimpolho, com 2anos e meio, só que fica menos "guia de cachorro", rsrsrsrs... Uma graça, foi na PBKids. (a dele é um macaquinho, e ainda tem lugar pra guardar um carrinho ou brinquedinho!)
    A família inteira do meu marido nos sacrificou, ainda tiveram a coragem de dizer "leva tb junto o saquinho, pra pegar o cocô dele", fazendo comparação com um cachorro.
    Acho que todos tem direito à opiniões, e cada um tem a sua, mas fiquei bem magoada com a situação. Mal sabem eles que na quinta passada, dia 01/04, passamos por um apuro mesmo: o shopping nem estava tão cheio, mas na hora que fui pagar o estacionamento, o Pedro simplesmente sumiu do campo de visão do meu marido, que achou que ele tinha corrido para fora... Mas numa intuição maravilhosa, resolveu ir até a praça de alimentação. Lá estava nosso tesouro, rindo, já voltando em nossa direção... O pai catou ele no colo, puto da vida (na verdade com mais medo que qquer outra coisa), e eu lá, perto da cabine onde tinha pago o estacionamento, sem entender pq os dois tinham sumido em questão de segundos.
    Se ele já tivesse a tal mochila, não tinha acontecido.
    Hoje qdo recebi a mochila e começaram as críticas, fui bem sincera: "Gente, a minha sobrinha, por exemplo, é uma lady; tenho certeza que posso sair com ela e ter a certeza de que ela não vai sair correndo a qquer momento, mas o Pedro não é assim. Prefiro mil vezes ele preso junto à mim do que chorar pro resto da vida, desesperada pq meu filho sumiu e eu não sei do paradeiro dele". Na verdade, até para um outro sobrinho nunca pensaria em usar essa mochila, pois é outra criança que sempre foi o exemplo de comportamento e obediência, rsrsrs...
    O que muita gente não entende, é que não vou usar isso, por exemplo, pra andar com ele aqui na rua de casa, ou ir até a padaria... E sim em lugares onde ele pode "sumir" no meio de um mar de gente, e até mesmo ser levado por algum mau intencionado, que existe aos montes. Falam que é questão de educação, que é só ensinar a criança que não se deve sair correndo e coisa e tal, dos perigos... Concordo que se deve ensinar sim, mas uma criança de 2 anos não quer saber e nem entende muito isso, quer poder explorar as novidades que o cercam com a liberdade de poder tocar as mãozinhas em (quase) tudo que puder. O Pedro não gosta de dar a mão pra gente por nada no mundo. Pode ser que só aconteça comigo e com meu marido, por uma questão de desafiar a nossa autoridade... Mas continuo ensinando que não se deve correr, falo dos perigos, mas de agora em diante terei a mochila como aliada.

    ResponderExcluir
  16. Oi queridas mães!

    SOU adepta 100% a essas colerinhas.
    Só CRITICA quem nunca perdeu mesmo q por alguns segundos,seu filho.
    AS vezes de repente o shopping enche e o sufoco eh grande.
    Eu tenho um filho de 5 e outro de 6 e adquiri 2 coleiras de pulso.

    PENSEM EM VCS E NO MEDO DE ALGO ACONTECER AOS SEUS FILHOS. A PEDOFILIA E A MALDADE no ser humano infelizmente só cresce.

    FAÇAM o q tiver ao alcance de vcs para proteger seus filhos e todos os dias os entregem em oração ao SENHOR pois muitas coisas já não depende de nós.

    ResponderExcluir
  17. No MERCADO LIVRE vcs encontram e tb no google.
    Basta digitar COLEIRA INFANTIL.

    Deus proteja e guarde a todos nós e principalmente nosso anjinhos.

    ResponderExcluir
  18. Lica, obrigada pelo comentário...poste depois o resultado com a mochila e se possível mande fotos para publicarmos! Abraços!

    ResponderExcluir
  19. Agradeço às pessoas que colocam aqui sua opinião. Há muitas mães que têm dúvidas sobre o uso desse acessório; quanto mais pessoas derem sua opinião, mais fácil ficará para essas mães escolherem ou não utilizá-lo. Obrigada! Continuem postando!

    ResponderExcluir
  20. Eu achava muito estranho colocar uma coleira em uma criança.Mais depois que meu filho começou a crescer e fazer bagunça,achei uma belezaaa!!
    comprei uma em forma de bichinho é realmente lindaaa!Todo mundo acha uma gracinha!!

    ResponderExcluir
  21. Não sou mãe e não sei como meu filho será, porém não usaria essa coleira nele.
    Concordo que pode ser boa quando o shopping está lotado, ou quando vai em algum lugar mais cheio de gente, mas não vejo necessidade de uma COLEIRA.
    Acho muito estranho, já vi várias mães que usam isso em seus filhos.
    Como a Lica disse, a criança quer explorar as novidades, colocar a mãozinha em tudo que vê pela frente... E essa coleira não dá liberdade de explorar o espaço.

    ResponderExcluir
  22. E há sim, muita comparação com cachorros.

    ResponderExcluir
  23. É isso aí, esse espaço é aberto a todas as pessoas que achem esse assunto interessante, concordando ou nõ com ele. Obrigada Marina por expôr sua opinião, é a mesma que a minha e de meu esposo antes de termos o Pedro. Nunca imaginávamos colocar algo assim em nosso futuro rebento. Parecia desumano! Depois de, em meio segundo, sem exagero, perder o menino de vista (lógico que encontrando ele meio segundo depois), nossa opinião mudou. O desespero que dá quando eles somem do nosso campo de visão...é mesmo aterrorizante! Esse acessório nos deu liberdade e segurança, nós e ao Pedro também; em vez de ficar de mão dada o tempo todo, ele tinha a liberdade de correr e se distanciar um pouco de nós. Hoje, com quase 03 anos, ele jamais sai da calçada sozinho, questiona em dia de feira livre quando temos a "permissão" de caminhar pela rua e não gosta de andar (em lugar algum) sem dar a mão para um adulto. É algo dele mesmo...acho que ele se sente mais seguro assim. Tudo é questão de educação, diálogo, compreensão. O importante é que nossos filhos se sintam seguros e protegidos ao nosso lado, independente de acessórios. Nós, pais, devemos fazer nossa parte e cuidar, incondicionalmmente, da segurança e bem estar de nossos filhos!
    Obrigada pela participação e opinião de todas! Continuem visitando e postando! Abraços.

    ResponderExcluir
  24. Marisa,o pessoal foi bem legal com você nos comentários. Você precisa ver como o pessoal me esculhambou quando postei no blog sobre essa coleira de criança.Dan ainda tem 5 meses,mas ja tenho uma esperando para ser usada quando ele caminhar. beijao
    www.sarahdiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Marisa,
    Tenho um sobrinho de 3 aninhos que é um terror...não gosta de ficar de mãos dadas, tem uma habilidade incrível de se soltar com rapidez e sair correndo.
    Eu já passei um apuro terrível com ele no shopping, ele se soltou e saiu correndo e eu o perdi de vista, só de lembrar a situação sinto a angústia novamente, ele costuma fazer isso com os pais, avós, tios, babás...
    Não acho que é questão de educar ou não, pois o que não falta para ele são explicações, conversas, broncas...mas ele é muito teimoso.
    Tenho outros sobrinhos que não se parecem nada com ele, são muito tranquilos e obedientes e nunca nos assustaram com isso, mas o Serginho é muito diferente deles.
    Então preferimos usar a coleira a passar novamente estas situações com ele...sinceramente não me importo com o que as pessoas dizem, pois se uso coleira falam, se ele se perde falam, se corre pra rua também vão falar, ou seja, precisamos entender que crianças são diferentes e assimilam as coisas de maneiras diferentes.
    Então eu prefiro que falem da coleira, do que acontecer um acidente com ele e não ter como voltar atrás.

    ResponderExcluir
  26. Sarah, apesar de o assunto ser polêmico, as pessoas trocam informações e lêem a opinião de quem usa, quem não usa e quem nunca vai usar uma coleira no próprio filho/sobrinho. Darei uma visitadinha em seu blog para espiar o que andam escrevendo...abraços e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  27. Amiga, 03 anos já é bem grandinho...acho que não uso em meu Pedro há quase um ano! Mas, se a opção da coleira agradou e ajudou tem mesmo que usar. Continuem conversando e explicando para ele os riscos de não andar perto dos adultos, o que pode acontecer se ele se perder, que é perigoso ir perto da rua e de escadas sozinhos etc. Essas coisas eu já falava ao Pedro muito antes de ele entender, aliás o que ajudou muito em ter um filho educado e obediente foi o fato de sempre conversarmos com ele como se ele entendesse, mesmo nenezinho, sobre tudo...tudo mesmo, sem tatibitati. Hoje vejo que, com 03 anos, o Pedro tem um vocabulário complexo e entende tudo. E, sim, eles precisam de limites também e nessa idade eles já entendem MUITO BEM o que isso significa, pois o meu negocia e argumenta tudo com a gente e quando está errado já se adianta em se explicar ou em se desculpar.
    Use a coleira, mas insista na dupla "diálogo e limites", senão ele pode ficar e dependente e seguro apenas com ela...funciona muito (para mim) dizer ao meu filho que ele está grande, que não precisa mais disso ou aquilo etc., eles gostam de se sentirem independentes e "grandes". Boa sorte!

    ResponderExcluir
  28. Marisa,
    O meu sobrinho também sempre foi orientado desde pequeno, sempre foi ensinado e tem um vocabulário amplo, vai a escola desde 01 aninho.
    Concordo com você que nesta idade eles já entendem muitas coisas, e de acordo com a pedagoga da escola ele é adiantado para sua idade, tanto que foi trocado de turma para poder se desenvolver melhor.
    A questão dele é realmente a personalidade desafiadora, de não querer limites, pois sempre explicamos a ele as coisas diretamente.
    Hoje vemos, que crianças mesmo recebendo a mesma educação e orientação reagem de maneira diferente as situações e as regras.
    Acho que esse é um dos grandes desafios de educar crianças.

    ResponderExcluir
  29. Eu mesma sofro com a personalidade de meu pequeno...mas dizem que ele puxou a mim, então...rsrs! Todo dia é um desafio novo; que bom que (ainda) vemos pais, tios e educadores dispostos a educarem os pequenos num mundo tão sem limites, egoísta e individualista em que vivemos hoje! Parabéns...a recompensa para nós é grande, pois veremos que nossos filhos se tornaram adultos saudáveis, centrados, independentes e equilibrados! Assim eu espero que seja. Abraços!

    ResponderExcluir
  30. Adorei todos os comentarios do blog! Ja tinha vontade de comprar a coleira infantil.. Mas era discrente da real ultilidade dela! Tinha medo de ser mais um artigo inutil, q a mães deslumbradas(todas nós somos pelo menos uma vez por dia)compram por impulso e dp fica guardado pra sempre no armario!
    Mas dp de ler os comentarios, me imaginei na pele de uma mãe desesperada no shop a procura de Davi! E ja decidi! Vou comprar e usar! Que mal tem comentarios? Deixe star.. A segurança de meu filho em primeiro lugar!
    Bjuuuu

    ResponderExcluir
  31. Obrigado estava procurando para meu netinho,mais conhecido como Felipe o terrivel,ele tem um ano e 5 meses e é terrivel mesmo.vou comprar hoje.

    ResponderExcluir
  32. Olá Verena...você tem razão: a segurança de nossos pequenos em primeiro lugar! conte-nos depois o resultado. Abraços!

    ResponderExcluir
  33. Olá vovó do Felipe: imagino que você vai gostar do resultado. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  34. nossa!!!era tudo que eu precisava...
    não consigo mais sair de casa, minha filha é muuuuuiiiiiiiiitoooooooo levada. Quando saio fico super nervosa, ela sempre foge e fico parecendo uma doida em lugares públicos.
    estou louca por uma coleira dessas, como faço p/ ter?

    ResponderExcluir
  35. Élita, você encontra essa coleira em loja de produtos infantis...até que não é difícil de achar. Opte pelas marcas estrangeiras como Safety. Há como encontrar também pela internet. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  36. eu acho otima esta coleira, tenho dois filhos um de 6 anos e o outro de 3, e é impossivel fazer algo simplis como pagar algo em uma farmacia, padaria ou supermercado sem que eles corram sem direção, e quando o mais novo esta com a coleira eu consigo ficar tranquila, pois eu sei que ele não vai correr nenhum risco e que o mais velho não vai sair de perto sozinho.
    PS: é um macaquinho lindo,

    ResponderExcluir
  37. Brisa, obrigada por compartilhar sua experiência! Abraços!

    ResponderExcluir
  38. Minha mãe tinha essa pulseira, ela usava no meu irmão,eu usaria a pulseira mas acho que não usaria a coleira, acho estranho uma criança usar uma peiteira.

    ResponderExcluir
  39. Eu reinaldo, no dia 23 de janeiro de 20011, minha filha sumiu da nossas vista dentro da rener de s.caetano no shopping, ficamos desesperado, minha esposa ficou chorando e eu de pernas banbas e minha sogra saiu a procura eu estava na fila para pagar o carnê, e quando eu notei minha esposa chorando a procura da Larissa , saimos a procura dentro da loja desesperado minha sogra saiu da loja e eu e minha esposa dentro da rener a procura depois de 5 minutas minha sogra chegou com ela nos braços , ela com varius brincos na mão da rener , ela saiu passou pelas meninas que ficam na porta e fui para a loja que fica um pouco distante de la na rirepe loja de brinquedos , e la o quarda viu ela com os brincos nas mão e troxe ela na rener e encontrou minha sogra ja deu uma comida em minha sogra , e ela nos falou que o guarda ficou bravo e com ela , quando nos vimos a larissa ficamos de pernas banbas esse foi nosso susto de domingo atarde , se tivessemos essa coleira nada disso tinha acontecido , valeu , rsposta para e-mail reinaldo.esparca@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  40. Reinaldo...nem consigo dimensionar o tamanho de seu desespero quando perdeu sua filha de vista! Eles são especialistas em deixar a gente de perna bamba! Esse acessório é exatamente para ajudar os pais em lojas e shoppings cheios, bem como em feiras livres etc. Lógico que sempre vale o bom e velho "sermão" antes de entrar em locais com bastante movimento e nunca tirar a mão da mão dos pequenos. Sugiro sim que você compre uma e faça o teste; quem sabe vocês se adaptam e surpresas como essa na loja reener diminuirão ou acabarão. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  41. Quem criticar nunca passou por um susto.
    Graças a Deus não passei por isso (tenho um casal de gêmeos de 2 anos e 10 meses Bárbara e Thiago)Tenho 2 coleiras dessas e vou adaptar com uma mochila de bichinhos, pois acho que fica mais bonitinho.
    Assim que fizer vou postar no meu blog: http//:katiapontocruz.blogspot.com

    Beijos.
    Kátia

    ResponderExcluir
  42. Kátia, verdade mesmo. Só quem passou por isso sabe dizer quão desesperador é. Obrigada pela visita! Abraços.

    ResponderExcluir
  43. nossa, nem uma crítica?1 de fevereiro de 2011 10:04

    corrige lá no texto, seu filho não está devidamente ensinado, e sim adestrado.

    ResponderExcluir
  44. Olá amiga "nossa, nem uma crítica!"; nem preciso trocar a palavra pois está correta. Ensinar e Adestrar são sinônimos.

    Obrigada pela contribuição e pela visita!
    Abraços!

    Sinônimos:
    ADESTRADO=ENSINADO, AMESTRADO, INSTRUÍDO, PONTIFICADO, EDUCADO...

    ResponderExcluir
  45. Olá!
    Usar o tal acessório, na minha opinião, é dar aos pais um atestado de incopetência.

    JOE

    ResponderExcluir
  46. Olá Joe. Aqui, é um lugar de discussão onde coloco todos os pontos de vista e objeções. Caso tenha algo útil para colocar para nós ou alguma experiência relatada, fique à vontade. Mas, sei que EU, ao menos, não sou incompetente por ter usado...aliás, acho que fui bem prudente e cautelosa nas poucas vezes em que usei esse acessório. Abraços!

    ResponderExcluir
  47. É sinal de incopetência sim, pois se vc não pode olhar seu filho, porque o teve então??? Eu fui criada sem a "coleira pra cachorro" e nunca sai da vista de meus atenciosos pais. Acho sim um absurdo essa coleira que mais parece uma coleira. Não gosto da comparação "cachorro = crianças". Se vc não quer que seu filho te de trabalho, coloque ele dentro de um pote... e tranque.

    ResponderExcluir
  48. Olá anônimo! Obrigada pela contribuição. São pontos de vista, colocados todos, sem exclusão de nenhum, para que os pais possam ler, refletir e usar da maneira que quiserem. Continue visitando e postando. Abraços!

    ResponderExcluir
  49. Quando minha filha tinha 2 anos desapareceu em uma praia,sofri horrores procurando-a joje conto para ela como foi e o que passamos .Hoje ela quer uma coleira para minha netinha que está com 2 anos e é muito levada,é dessas que não quer dar a mão.eu e meu marido damos o maior apoio,não queremos perder nossa neta.

    ResponderExcluir
  50. apesar de estranho, eu até concordo com o uso para evitar risco em locais muito populosos.. mas se n querem que comparem as crianças com os cachorros, entao chamem ao menos apenas de 'guia infantil', e não de coleira, muito menos de 'coleirinha'.

    ResponderExcluir
  51. Marisa, nossa eterna miss cup cake!!!

    Li... li... e não consegui fechar com os que discordam!!!
    NINGUÉM AINDA COMENTOU O PONTO DE VISTA DAS CRIANÇAS!!!
    Sinceramente, acho que se eu mesma tivesse usado quando criança, minha mãe não teria se descabelado tantas vezes comigo correndo ou andando em sua frente... rsss
    E olha, que não era por falta de repreensão, conversas, explicações, castigos e até uns tapas na bunda... =/

    Por alguma razão, me lembro com riqueza de detalhes, muitos episódios de minha infância, mesmo antes dos 2 anos (também acho estranho)!

    Uma coisa era certa, eu "sabia o que estava fazendo", iria correndo na frente ou apenas explorando o ambiente antecipadamente, e minha mãe estaria vindo atrás... ou seja, eu iria correr um pouquinho ou "ir andando na frente" e a esperaria se aproximar sorrindo (isso nuuuuunca ocorria, óbvio)...

    Vou contar minha aventura num cemitério! Esta é uma das minhas recordações!!! =§
    Com 5 anos, fomos visitar uma tia em Juiz de Fora (onde moro hoje) no local de trabalho dela (Cemitério Municipal - ela era auxiliar de limpeza no administrativo) enquanto minha mãe entrou para combinar algo com minha tia, me sentei num degrauzinho na porta... em menos de 1 min. passou um senhor com um carrinho cheinho de flores coloridas... vasinhos, pazinhas, pedrinhas, tudo que criança acha lindo, além da "florzinha" ser um dos "presentes" mais cotados e mais fáceis para uma criança dar para a mãe... hehehe
    E lá vai eu atrás do tal senhorzinho, tentando ver onde ele iria e talvez colher uma ou outra flor...
    Para mim foi uma aventura inesquecível... vi o moço plantando as flores... um monte de gente em procissão rezando (era um enterro, mas eu achava que era procissão), encontrei um monte de esculturas bonitas de anjos...

    continua...

    ResponderExcluir
  52. Uns 20 min depois, o tal senhorzinho (coveiro) se deu conta que eu estava o acompanhando a certa distância sozinha e me levou de volta à administração...
    Imaginem a cena encontrada!!!
    Enquanto minha mãe e outras 3 senhoras já estavam "rezando para as almas" (seja lá o que isso significar), minha tia que sempre foi depressiva e cheia de problemas de saúde, estava chorando horrores e sendo atendida no ambulatório...
    Quando eu cheguei, feliz da vida com uma flor de plástico na mão para entregar minha mãe!!! =S

    Foi um rebuliço, mas marcou minha existência de forma que hoje eu penso que TODAS AS FORMAS DE AMAR, VALEM A PENA!!!
    Desde que não exista violência, coação, humilhação... acho que os coletinhos de segurança (como são chamados por aqui), são bem vindos sim!!!

    Parabéns à maioria das mães modernas!!!

    Eu ainda não sou mãe, mas adotaria naturalmente, sem me preocupar com o alheio!!!

    Bjs, Janine Torres (da C&C)

    =J

    ResponderExcluir
  53. Janine!
    Que maravilha te ver por aqui! Saudades do pessoal da comu! Ri muito lendo tua experiência...que trabalhão você deu prá sua mãe hein! Infelizmente as pessoas acham que as crianças não sabem o que fazem e não têm discernimento/maturidade etc., mas concordo com você quando você disse em ver o ponto de vista da criança. Meu filho sabe muito bem o que faz, tanto que todo dia relata as peripécias que fez na escola (até as coisas erradas). A gente aprontava né...só que poucos falam sobre isso; obrigada por compartilhar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  54. Incrível como você pensou em tudo, menos na relação entre você e seu filho, para colocar aí a pertinência da coleira.

    Taí, agora você pode comprar um cachorrinho e sair desfilando com os dois, um em cada mão.

    ResponderExcluir
  55. Olá anônimo!
    Obrigada por colocar a sua opinião...aqui é um espaço aberto e todas as opiniões contam para que os pais leiam e reflitam sobre decisões a serem tomadas: seja para adquirir algum acessório ou na educação do filho.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  56. Eu só me pergunto se esse anônimo tem filho?
    O meu aprendeu a andar agora, esta todo feliz, mas ainda não tem noção, fico igual louca atrás dele, mas algumas vezes não consigo segura-lo, agora pensa se aqui no condomínio ele ja corre para rua, quer ir pra onde acha que tem que ir, imagina em uma rua movimentada?
    Minha preocupação é na hora que estivermos na rua, ele pode soltar a minha Mao e em um minuto se jogar na frente de um carro!!
    Acho que os pais tem que andar de mãos dadas com seus filhos, mas ninguém sabe o que eles podem aprontar de um segundo para o outro, e como aquelas mãozinhas escorregadias podem soltar da sua mão a qualquer minuto.
    Acho também que nos temos que respeitar a opinião dos outros, você não gosta da idéia das "colerinhas" tudo bem, mas também não pode sair chamando os outros de irresponsáveis ou sair distribuindo atestados de incompetência por ai. Acho que todos já entenderam que você não concorda, se você tiver algo acrescentar,uma experiência que seja, seria muito útil, agora ficar ofendendo as outras pessoas por expressarem suas opiniões, não da ne!
    Eu sei que meu filho é danado, e não usando a palavra de forma pejorativa, ele é um danado super gostoso, é uma criança saudável, e exatamente por isso quer sair correndo por ia, mas existem lugares que da para fazer isso, por isso é melhor prevenir, enquanto ele vai aprendendo a como se comportar.
    Você acha mesmo que uma criança de um ano e meio consegue discernir onde pode correr ou não, ele é obediente, mas existem inúmeras situações que ele ainda não sabe como reagir e para isso a "colerinha" ou guia ou mochila com cinto de segurança, daria uma segurança a mais aos pais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho filhos e nunca colocaria esse acessório neles... pois coleira é para cachorro... é obrigação dos pais cuidar dos filhos e respeitá-los também...

      Excluir
  57. Kelly, concordo com você...só quem tem filho sabe como eles tem a facilidade de sumir em meio segundo! Quantas crianças somem e nunca mais são encontradas! Se for preciso colocarei a coleirinha no João também; ele já vai fazer 01 ano e sei que vai querer correr atrás do Pedro!! Melhor prevenir.
    Bjs e visite-nos sempre!

    ResponderExcluir
  58. Olá!! Tempos atras vi uma criança com uma destas "coleirinhas" e achei o máximo. Agora teremos nossa pequena princesa estou procurando uma para usarmos. Aqui em Piracicaba ainda não encontramos este tipo de artigo e olha q eu não sou a mãe, sou o pai!! hauahauha!!! Novos tempos, os pais também estão mais preocupados com os seu pimpolhos. Um grande abraço, Fábio.

    ResponderExcluir
  59. Fábio!
    Que maravilha, um pai participando!
    Você encontra com facilicade em lojas virtuais; escolha uma marca boa, que te dê segurança, eu tenho a da Safety 1s: http://www.safety1st.com/usa/eng/Products/Travel/Travel-Safety/Details/1956-48739-Child-Harness
    Procure em páginas do Brasil que várias lojas vendem.
    Abraços e boa sorte!

    ResponderExcluir
  60. Olá,
    Acho essa guia muito boa, é pena que aqui custe tão caro, na Disney custa entre $10 e $20 e aqui em Curitiba só encontrei por R$75,00. Acho que as pessoas que criticam nunca estiveram em um shopping com uma criança de 3 ou 5 anos, aquele lugar com todas as suas cores e luzes é um convite à exploração e eles vão atrás sem pensar que podem desaparecer. Trabalho dentro de um shopping a 4 meses e já encontrei 2 crianças perdidas lá dentro, pense bem: e se eu sou um pedófilo??? Qual teria sido o destino dessas duas lindas crianças??? Usar em lugares assim acho bacana...

    ResponderExcluir
  61. Olá,
    muito obrigada por postar. As pessoas estão mais interessadas na "polêmica" que o uso do acessório traz do que com o porquê do uso. Gente mal intencionada tem aos montes mesmo, infelizmente...tá pipocando pedófilo por aí e a gente acha que isso só acontece longe da gente, com os outros. Ninguém está isento de topar com um infeliz desses por aí.
    As pessoas perdem os filhos de vista o tempo todo, os pais se descuidam olhando as coisas e esquecem das crianças...e a criançada desaparece em 2 segundos...isso pode ser evitado com o uso, por exemplo, um simples acessório. É uma segurança para os pais e um metro e meio de liberdade para as crianças. Prefiro tê-los "amarrados" a mim do que, por questão de segundos, nunca mais vê-los.
    Ah, o preço tá alto por aí...procure na internet que deve estar mais em conta; sempre lembrando de comprar marca boa. A minha é da Safety.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  62. onde acho para comprar aqui no RJ

    ResponderExcluir
  63. Olá, como já foi comentado em posts anteriores, procure na internet. Há diversos modelos e marcas. Opte por uma confortável e de marca conhecida. Abs!

    ResponderExcluir
  64. aqui na Europa é normal....eu tive uma destas.é giro assim os bebes não caem e não fogem...usava em grandes shopings qdo ia as compras.
    Cris/Portugal

    ResponderExcluir
  65. Cris, por aqui ainda é polêmico o uso; tanto que fui à TV para falar sobre isso, em rede nacional! Mas, acho bem conveniente e usarei no João, já que o Pedro não usa há tempos. Sei que terei que ouvir muitas críticas...mas terei meu pequeno protegido e ao meu lado. Bjs e obrigada por postar.

    ResponderExcluir
  66. Olá, eu adorei, peço que alguém por gentileza e urgente me indique uma loja em Brasília para que eu possa comprar o quanto antes.

    Abraços.
    Marta
    e-mail: martacristina4769@hotmail.com

    ResponderExcluir
  67. Marta,
    obrigada por participar!
    Você encontra com facilicade em lojas virtuais; escolha uma marca boa, que te dê segurança, eu tenho a da Safety 1s: http://www.safety1st.com/usa/eng/Products/Travel/Travel-Safety/Details/1956-48739-Child-Harness
    Procure em páginas do Brasil que várias lojas vendem.
    Abraços e boa sorte!

    ResponderExcluir
  68. Quem não quer ter trabalho que não tenha filho...

    ResponderExcluir
  69. Olá anônimo! Não tenha vergonha de expressar-se, mostre seu rosto e discuta conosco! abraços! Continue visitando!

    ResponderExcluir
  70. segurança com os filhos nunca é demais amei a coleira se um dia eu tiver um irei usar! e qual é o mal mal tão grande em comparar com coleiras de cães não vejo mal algum pra mim crianças e cães são seres vivos com o mesmo valor são criaturas de Deus!!!

    ResponderExcluir
  71. Olá anônimo.
    Agradeço sua contribuição...apesar de discordar quanto às crianças e animais terem o mesmo valor, na natureza, como seres vivos. O espaço é aberto a todos. Continue nos visitando. Abs!

    ResponderExcluir

Essas crianças...

Desde que tive meu filho Pedro penso em escrever. Não apenas algo para as mães mas compartilhar com todos as alegrias, sustos, tristezas, emoções e até os momentos de raiva que todos os pais passam com seus filhos.
Cada filho é único, não dá para generalizar. Mas existem coisas que toda criança faz, sem exceções...quem tem filho vai se identificar, quem pensa em ter filhos...vai se surpreender!

Além disso, quem é de Sorocaba e região poderá conferir, aqui, dicas de passeios, programação cultural e outras atividades voltadas para a família, conferidas e recomendadas por mim.