Páginas

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Amamentar ou não amamentar? Eis a questão!



Amamentar é algo natural. 
Toda mulher tem leite e todo leite é suficiente para seu filho. 
Basta querer e o bebê estimular. Só. 

Se a mãe QUER e o bebê IDEM...nada impede.
Se você tiver pouco leite, estimule mais, tome mais líquidos, TIRE A CHUPETA e ofereça mais a mama a seu bebê. Ele ajuda a produzir mais leite. Converse com a pediatra, com as amigas, mas NUNCA negue o peito!! 

Pode ser insegurança tua, pois, de acordo com dados, apenas 2% têm dificuldades físicas para produzir uma quantidade suficiente de leite. Não desista!

O Pedro e o João mamaram o quanto quiseram, nunca neguei. Nunca dei chupetas. Nunca dei mamadeiras. 

Saiu numa Revista conceituada, uma crônica sobre a amamentação e suplementos que está revoltando as mamães de plantão. 


Leia e tire suas próprias conclusões:


Há um ano: Leite em pó

A tal moda de amamentar está me dando fome... E todos os adultos achando que tô chorando por cólica
Estou deixando minha mãe meio apavorada. É porque eu choro muito. E ela continua não entendendo. Vou contar a verdade: Minha mãe está com pouco leite... Acontece nas melhores famílias. Mas como eu nasci no século 21 - em uma família que pode ir ao supermercado - existe uma solução incrível chamada LEITE EM PÓ. Os cientistas – são os homens que inventam as coisas novas - conseguiram inventar um leite bem parecido ao leite da minha mãe, é uma maravilha. 
O problema é o de sempre: minha mãe não me ouve. Ela fica achando que eu tô chorando de cólica, e eu tô chorando de fome! Cólica é uma coisa que eles dizem para todos os problemas que a gente tem. Quando não sabe o que é, é só dizer que é cólica! Mas pra vocês entenderem a cólica e o leite em pó vou ter que falar de outro assunto.
Aqui na Terra tem uma coisa chamada “moda”. Todo mundo se influencia por ela. A moda faz as pessoas mudarem de ideia e acreditarem no extremo oposto do que acreditavam antes. É assim, dependendo da moda você logo muda de idéia. A moda depende do lugar, da época e não sei mais do quê, mas serve pra tudo: eu já vi para comida, roupa, educação. Isso só em três semanas, então é seguro que sirva pra mais coisa.
Tô dizendo isso porque aqui onde nasci, no Brasil, está super na moda amamentar! Então a maravilhosa invenção do leite em pó anda malvista... E nem passa pela cabeça da minha mãe – que, infelizmente, se influencia pelo o que pensa a maioria - que eu seria muito mais feliz se ganhasse, depois do peito, um pouquinho de leite em pó.
Tem uma senhora muito simpática que vem quase todo dia aqui em casa. Ainda não entendi porque ela passa tanto tempo aqui – e ninguém me explicou. O nome dela é Maria. Uma visita diferente porque as outras visitam costumam ficar paradas e ela fica de um lado pro outro levando coisas, arrumando, limpando. De vez em quando, ela fala para alguém: “Ah, se a mãe dela saísse um pouquinho, eu bem que dava uma mamadeira bem grande, aposto que esse bebê está chorando de fome”. A Maria, que não liga pra moda, tem boa intuição. Mas nada da minha mamãe sair de casa...
É o problema de sempre... Os adultos basicamente só entendem as palavras. No resto da comunicação eles não vão muito bem.
Ai que fome, quero mais leite e o da minha mãe já acabou... É difícil mesmo essa vida na Terra...

Mariana Reade



Seria puro merchan da DANONE ou uma tremenda coincidência??



Leia mais, aqui mesmo, no blog, sobre amamentação, clicando aqui.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Essas crianças...

Desde que tive meu filho Pedro penso em escrever. Não apenas algo para as mães mas compartilhar com todos as alegrias, sustos, tristezas, emoções e até os momentos de raiva que todos os pais passam com seus filhos.
Cada filho é único, não dá para generalizar. Mas existem coisas que toda criança faz, sem exceções...quem tem filho vai se identificar, quem pensa em ter filhos...vai se surpreender!

Além disso, quem é de Sorocaba e região poderá conferir, aqui, dicas de passeios, programação cultural e outras atividades voltadas para a família, conferidas e recomendadas por mim.