Páginas

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Carros 2 - pura violência !

Será que só EU achei o filme "Carros 2" violento demais?

Desde que foi anunciada a estréia de Carros 2 fiz de tudo para levar o Pedro, afinal temos o DVD do primeiro em casa e ele adora! De quebra, o João foi junto.
Quando o filme começou, logo nos primeiros minutos, mostrou a que veio...depois do primeiro tiroteio tive vontade de correr com os dois do cinema!
Muita violência, muitos tiros, muita metralhadora e expressões como: "eu te mato", "você vai morrer" etc. além de termos como "idiota" e "lazarento", torturas e eletrochoque.
Compara-se ao Pulp Fiction em violência pois "morre" carro o tempo todo: partes voam, explodem, afogam-se...se fossem seres humanos teria muuuito sangue.
Não entrarei nos assuntos "cenário" e "locações" porque é tudo muito lindo mesmo...rico em detalhes e dá até vontade de conhecer alguns dos lugares por onde eles passam; a minha indignação é somente pela violência exacerbada.
Nem BEN 10 eu deixo o Pedro assistir...BEN 10 é "inocente" perto do filme Carros 2.
Não é filme para criança pequena e a faixa de classificação etária deveria ser de 10 anos, na minha humilde opinião...porque com crianças maiores ainda há entendimento: dá para comparar com filmes de espionagem, 007...certo?
Lastimável! Adoro os filmes da Pixar mas essa foi uma pisada de bola enorme. Num tempo de tanta violência gratuita, bullying, violência doméstica, escravidão e trabalho infantil...só mesmo um desenho tão consagrado para ajudar a incutir na mente dos nossos pequenos que tudo se resolve MESMO é na PORRADA!! E matando também, de vez em quando!

Ah, em tempo: extremamente desnecessária uma das cenas finais onde a Sally e a Flo conversam sobre o Francesco, o carro italiano: comentam sobre as "rodas aparecendo", a Sally morde os lábios olhando para ele e a Flo diz que vai precisar até "ligar o ar condicionado"...sexy,não?

Acho que sou apenas uma mãe neurótica...
afinal sexo e violência estão em todos os lugares!

4 comentários:

  1. Olá anônimo...o blog é meu e dou a opinião que eu quiser...dê a sua também porque o espaço é livre, só não xingue nem ofenda porque é falta de educação, certo?

    ResponderExcluir
  2. Marisa, também sou mãe, jornalista e cristã. Acabei de assistir o filme com meus filhos, também me arrependi e quis sair no meio: notei o mesmo que você - o que todos não querem que notemos, porque temos que ser Maria-vai-com-as-outras e fazer côro com os absurdos. Tanto que saí procurando na internet infomações sobre a violência do filme, completamente impróprio para crianças. Gostaria de dizer a todos que é por isso que chegamos aos índices de violência que vemos hoje: porque os pais do passado autorizavam seus filhos a assistir todo tipo de coisas que apareciam na tela o que jamais permitiriam que entrasse pela porta - produções incríveis e sanguinolentas. Concordo plenamente com a Marisa... Em tempo, talvez o próprio Deus tenha aberto seu olhar materno: concordo inclusive com a observação sobre a cena do final, muito leviana para aprendida pelas meninas. Marisa... continue escolhendo o melhor para seus meninos. Se nós, pais, não filtrarmos o que chega aos nossos filhos, aprenderão que é normal uma cena de assassinato, ou várias, como as produzidas em Carros 2. A direção do filme viajou em suas fantasias adolescentes sobre cinema e esqueceu que estava produzindo um trabalho para ser entregue a cabecinhas mais inocentes. Não se trata de isolar nossos filhos da realidade, mas de oferecer a eles algo com qualidade mais profunda e essencial. É muito fácil ser clichê e aceitar o que todo mundo aceita.

    ResponderExcluir
  3. Andrea, muitíssimo obrigada por postar. Sabe meu post da coleira infantil? Tem mais de 50 comentários...fui convidada (pasme) a falar na TV sobre isso! Penso que tem assuntos tão mais relevantes e importantes a serem observados pelos pais! Será que não estamos fazendo uma inversão de valores? Bom, o fato é que procurei muito sobre a violência do filme "Carros 2" e encontrei apenas páginas internacionais com observações a respeito e que o filme deveria ser melhor classificado, como deve ter sido o dos "Incríveis" por lá...algum tipo de alerta quanto ao conteúdo do filme. Mas, como a gente engole tudo numa boa, achando que é besteira se preocupar com isso ou paranóia demais...depois a sociedade colhe o que plantou, como sempre acontece!
    Apareça sempre por aqui dando sua opinião, que, como de todos pais e mães preocupados com seus pequenos, é sempre muito bemvinda!
    Abraços!

    ResponderExcluir

Essas crianças...

Desde que tive meu filho Pedro penso em escrever. Não apenas algo para as mães mas compartilhar com todos as alegrias, sustos, tristezas, emoções e até os momentos de raiva que todos os pais passam com seus filhos.
Cada filho é único, não dá para generalizar. Mas existem coisas que toda criança faz, sem exceções...quem tem filho vai se identificar, quem pensa em ter filhos...vai se surpreender!

Além disso, quem é de Sorocaba e região poderá conferir, aqui, dicas de passeios, programação cultural e outras atividades voltadas para a família, conferidas e recomendadas por mim.